HISTÓRIA DO BOA

Boa Esporte Clube, também conhecido como Boa ou Boa Esporte é uma associação esportiva mineira fundada originalmente em Ituiutaba, pontal do triângulo mineiro, em 30 de abril de 1947,.

No salão de festas do Ituiutaba Clube, em solenidade festiva, com presença de vários desportistas foi fundado o Boa Vontade Esporte Clube.

O nome Boa é, portanto, o primeiro nome do Ituiutaba Esporte Clube. No seu primeiro ano de existência o Boa ganhou o torneio da Taça Philco. No mesmo ano de 1947, a equipe passou a denominar-se Ituiutaba Esporte Clube.

Em 1998 já sob o comando dos irmãos Moraes (Rone, Roberto e Rildo), após conquista de um torneio amador regional, a equipe se torna profissional. O dinheiro do prêmio pela conquista desta copa regional foi investido na profissionalização da equipe que joga pela primeira vez a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Já no ano seguinte participa pela primeira vez do Campeonato Mineiro do Módulo ll.

Em 2004, o Ituiutaba vence o Módulo II do Campeonato Mineiro. No ano seguinte, após boa campanha na Primeira Divisão mineira, classifica-se para a Série C do Campeonato Brasileiro, onde joga com equipes tradicionais do interior de São Paulo na primeira fase. Classifica-se para a fase seguinte, onde é eliminada pelo Villa Nova.

Em 2006, o Ituiutaba faz mais uma ótima campanha e por pouco não se classifica para as semifinais do campeonato estadual. Como em 2005, participou do Campeonato Brasileiro da Série C. Mas foi eliminado logo na segunda fase.

Em 2007, a diretoria contrata o ex-goleiro da seleção chilena, Roberto Rojas, para comandar a Equipe no Mineiro, porém não consegue bons resultados e quase é rebaixado para o Módulo II. Mas no mesmo ano, o time da à volta por cima. A diretoria contrata bons jogadores para a Taça Minas Gerais e consegue diante do Tupi de Juiz de Fora a conquista do título inédito no Estádio da Fazendinha em Ituiutaba.

Em 2008, o clube chega aos seus dez anos de profissionalismo. Após manter a base da Taça Minas Gerais, consegue o 4º lugar inédito no Campeonato Mineiro, e a vaga para as semifinais. No primeiro jogo, o Ituiutaba (Boa) mandou seu jogo no Mineirão (por questões financeiras) e conseguiu um empate incrível com o Cruzeiro (4 a 4, após estar perdendo por 4 a 1). No Segundo jogo (novamente no Mineirão, só que desta vez com mando de campo do Cruzeiro), o time começa vencendo no primeiro tempo por 1 a 0. Porém, não aguenta a pressão e o cansaço, e o Cruzeiro vira o jogo em 3 a 1. Com a 4ª posição, consegue vaga para série C de 2008 e Copa do Brasil de 2009. O time faz uma campanha ótima na primeira fase da série C, ficando invicto, mas é eliminado na terceira fase da Série C, ficando assim em 10º lugar, garantindo vaga na série C de 2009, que passou a ser disputada por 20 clubes.

No Campeonato Mineiro de 2009, o Ituiutaba (Boa Esporte) terminou a primeira fase em 3º lugar geral, com 20 pontos, atrás apenas de Cruzeiro e Atlético. Em 11 jogos conseguiu 6 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. Nas quartas de final, enfrentou o Democrata de Governador Valadares, vencendo as duas partidas, por 1 a 0 (em casa) e 2 a 1 (fora). Na semifinal, foi desclassificado pelo Cruzeiro, perdendo as duas partidas, ambas jogadas no Mineirão, por 4 a 1 e 2 a 1.

Na Série C de 2009 fez uma campanha razoável. Sem conseguir passar da primeira fase (3º colocado), ficou em 11º lugar na classificação final. Na Taça Minas Gerais, da temporada não conseguiu repetir a campanha de anos anteriores.

Em 2010, o Ituiutaba foi à equipe com a pior campanha no Campeonato Mineiro, sendo rebaixado para o Módulo II, depois de 6 anos na divisão principal do estadual. O time conseguiu na competição apenas uma única vitória, empatando duas e perdendo as outras oito sendo rebaixado para o Módulo ll.

Na Copa do Brasil, foi eliminado logo na primeira fase pelo Goiás. A equipe mineira perdeu a primeira partida no Estádio da Fazendinha por 2 a 3. Mesmo vencendo o jogo até metade do segundo tempo por 2 a 1, nos 25 minutos finais, a equipe goiana conseguiu uma virada em 2 falhas de marcação. Mesmo com uma péssima campanha no Mineiro 2010, a torcida Boveta compareceu e apoiou o time. O segundo jogo foi no Estádio da Serrinha, em Goiânia. A partida terminou sem gols, classificando o time esmeraldino.

Na Série C do Campeonato Brasileiro a equipe surpreendeu e conseguiu um feito inédito em sua história, a ascensão para a Série B. À classificação veio depois de dois empates com a Chapecoense pelas quartas de final. O primeiro jogo, em Santa Catarina, ficou 1 a 1 e o segundo jogo no estádio em Fazendinha em Ituiutaba não teve gols. A equipe boveta, classificou-se venceu pela regra do gol fora de casa, por empatar o jogo em 0 x 0. Na semifinal, o adversário foi outra equipe Catarinense o tradicional Criciúma. O primeiro jogo foi também em Santa Catarina e terminou empatado em 1 a 1. O segundo foi no estádio Parque do Sabiá em Uberlândia, pois a CBF exige capacidade mínima de 10 mil lugares para esta fase do campeonato. O jogo terminou empatado também em 1 a 1. Por dois resultados iguais, a partida foi para os pênaltis com a vitória por 4 a 2 para o Ituiutaba. A grande final foi disputada contra o ABC de Natal, o primeiro jogo foi também no estádio Parque do Sabiá, com a derrota de 1 a 0. No jogo da volta, em Natal/RN, o ABC jogou pelo resultado, e a partida terminou empatada sem gols, com o título do ABC.

Em 2011, a equipe do Ituiutaba passa a mandar seus jogos na cidade de Varginha, MG com o nome de Boa Esporte Clube, uma referência ao nome original do clube, Boa Vontade Esporte Clube.

Após iniciar mal o campeonato mineiro do Módulo II, o time reagiu e sagrou-se campeão vencendo as duas partidas da final contra o Nacional, time de Nova Serrana, retornando à elite do futebol mineiro. O Boa obteve também, grandes resultados no Campeonato Brasileiro série B, principal campeonato disputado pelo clube tricolor, ficando na 7º posição, quatro pontos abaixo do grupo de acesso à série A. Sem dúvidas o ano de 2011 foi o ano mais vitorioso do clube.

Em 2012 o Boa Esporte ficou no meio da tabela no Campeonato Mineiro e não conseguiu repetir a campanha do ano anterior na segunda divisão do Campeonato Brasileiro e lutou praticamente o ano todo contra o rebaixamento. Mesmo assim conseguiu ficar com a 15º posição no campeonato, assim garantindo sua vaga para a Série B do ano seguinte.

Nesse mesmo ano o time conseguiu o segundo título da Taça Minas Gerais, derrotando o Vila Nova na final.

No ano de 2013 o a equipe boveta fez uma péssima campanha no campeonato mineiro. Lutou contra o rebaixamento e termino apenas na 10ª colocação.

No Campeonato Brasileiro série B, disputou o ano inteiro pelo G-4, mas no final do campeonato teve uma queda de rendimento que o fez terminar apenas em 11º lugar. A equipe teve um ótimo desempenho no campeonato derrotando inclusive o campeão Palmeiras.

Nessa temporada o Boa Esporte também disputou a Copa do Brasil sendo foi eliminado logo na primeira fase pelo Salgueiro.

2014 O Boa Esporte quase se classificou para a primeira divisão, na última rodada, a equipe boveta só precisaria de uma vitória para o acesso, porém, perdeu de virada para o Icasa, resultado que deixou o Boa na 2ª divisão de 2015.

No ano de 2015, após cinco anos disputando a Série B do Campeonato Brasileiro, o clube foi rebaixado para a Série C após uma péssima campanha, com algumas vitórias no final do segundo turno.

Em 2016, sofreu o segundo rebaixamento seguido, dessa vez no Campeonato Mineiro, após 12 anos na elite, a equipe boveta disputará o Campeonato Mineiro - Módulo II, após perder para o Cruzeiro por 3 a 2, terminando em último colocado. Em 09 de outubro, no Estádio Melão, o Boa Esporte Clube vence o Botafogo - PB por 1 a 0, com gol de Gênesis aos 50 minutos do 2º tempo e garante o retorno à Série B do Campeonato Brasileiro em 2017. No dia 05 de novembro, novamente no Estádio Melão, o Boa Esporte Clube venceu o Guarani por 3 a 0, gols de Brayan Samudio, aos 9 minutos do 1º tempo, Fellipe Mateus, aos 13, e Kaio Cristian, aos 47 minutos do segundo tempo e garante o título da Série C do Campeonato Brasileiro, o maior feito de sua história.



PRINCIPAIS CONQUISTAS:

- Campeão do interior no Campeonato Mineiro Módulo I – 2008, 2009 e 2014
- Vice Campeão da Série C do Campeonato Brasileiro – 2010
- Bicampeão do Módulo II do Campeonato Mineiro – 2004 e 2011
- Vice Campeão da Taça Minas Gerais - 2011
- Bicampeão da Taça Minas Gerais – 2007 e 2012
- Campeão Brasileiro da Série C - 2016 
- Vice Campeão do Campeonato Mineiro Módulo ll - 2017